10 março 2010

As modas nas Bibliografias


De há uns tempos para cá, as modas nas indicações bibliográficas dizem-nos para não indicarmos o nome da editora. Não compreendendo o porquê, procurei saber o que diziam as modas internacionais, até porque, muitas vezes, o que aqui chega vem de fora.
Encontrei umas linhas de orientação para fazer bibliografias (ver o fim deste post), usando o estilo MLA (Modern Languages Association), em que se diz que apenas não se indica o editor no caso das enciclopédias, revistas e dos jornais (marquei a vermelho a alínea respectiva).

Penso que a editora continua a ser uma referência importante.

Por exemplo, imaginemos que no mesmo ano se editou em Portugal, em duas editoras diferentes de Lisboa (o local mantém-se nas bibliografias) duas traduções do mesmo texto, como identificar uma e outra?

Já nem vou dar exemplos de textos clássicos, para os quais a editora é uma marca fundamental na sua apreciação (mesmo internacionalmente) qualitativa. Seriam inúmeros. Tomemos um livro cujos direitos estão no domínio público, como O Príncipe, de Maquiavel.
Numa busca não muito demorada, encontrei-o em 4 editoras de Lisboa (a vantagem da Europa-América é que é de Mem-Martins e assim nunca nos enganamos), duas delas de 2008.
Portanto, se eu indicasse: Maquiavel (2008), O Príncipe. Lisboa, a que edição me referia? À da Presença? Ou à da Temas e Debates? Não consigo ver qual a vantagem de não indicar a editora.

Mais facilmente prescindiria do local de edição.

Definitivamente, não gosto desta moda.

(Outras editoras de Lisboa com esta obra: Sílabo, 2007 e Coisas de Ler, 2003)

4. PUBLISHER - for Books Only

a) Be sure you write down the Publisher, NOT the Printer.

b) If a book has more than one publisher, not one publisher with multiple places of publication, list the publishers in the order given each with its corresponding year of publication, e.g.:

Conrad, Joseph. Lord Jim. 1920. New York: Doubleday; New York: Signet, 1981.

c) Shorten the Publisher's name, e.g. use Macmillan, not Macmillan Publishing Co., Inc. Omit articles A, An, and The, skip descriptions such as Press, Publishers, etc. See Section 7.5 in the 6th ed. of the MLA Handbook for more details and examples.

d) No need to indicate Publisher for encyclopedias, magazines, journals, and newspapers.

e) If you cannot find the name of the publisher anywhere in the book, use "n.p." to indicate there is no publisher listed.

3 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Apesar de todas as vicissitudes do mundo editorial, continuo a considerar a menção à editora, uma forma de aferição importante.

Gi disse...

Muito obrigada por esta informação: já tinha visto usar as duas formas (indicando e não indicando a editora) e já fiz de ambas; fiquei agora com uma ideia mais correcta sobre o que se deve fazer.

continuando assim... disse...

mais logo, novo capítulo da história de Alice, lá no
... continuando assim...

Aceito , e agradeço as vossas sugestões ... talvez a letra esteja pequena... talvez o blogue possa estar confuso...
Talvez nem gostem da história...

Enfim...qualquer coisa, digam.
até logo
e obrigada por seguirem

Bj
teresa