07 agosto 2007

Sandokan O Tigre da Malásia - Agora é que é

Não sei como se faz para que o vídeo não desapareça quando escrevo a azul...

7 comentários:

Gi disse...

Parece-me que o código HTML do post mais antigo não está completo.

O editor de HTML do blogger de vez em quando toma a iniciativa de mudar o que lá pomos e é preciso ir directamente ao código e fazer alterações até bater certo.

Xantipa disse...

Provavelmente é isso. Mas o estranho é que, se visulizar o postal antes de o publicar, o vídeo está lá, mesmo depois de ter mudado para azul o texto escrito originalmente no youtube.
Verei isso, porque antes não acontecia.
Obrigada pela ajuda!
Beijinho

marta disse...

Eu gostei foi de o ler.

O "meu" Sandokan, era muito mais bonito. Muito mais bravo.

-pirata-vermelho- disse...

Nem mais, marta!
O Sandokan é lido com capa ilustrada a fotogravura a cores.

Emilio Salgari, xantipa, é o nome do autor - um clássico da 'petite fantasie romantique'

-pirata-vermelho- disse...

Aqui o tem
http://www.emiliosalgari.org/

http://www.emiliosalgari.it/malesia/malesia.htm

http://purl.pt/301/1/o-autores-estrangeiros/salgari/sandokan.html

Xantipa disse...

Pois é, amigos Marta e pirata-vermelho. Acredito. Acredito tanto que até comprei o Emilio Salgari em italiano. Mas foi uma compra nostálgica, pois não sei mesmo quando terei tempo para o ler.
Na minha juventude era mesmo os olhos do Kabir Bedi que nos (meninas) deliciavam.
Abraço!

Xantipa disse...

Caro Pirata,
Não sei por quê, mas não consigo publicar o seu último comentário a este postal.
Mas quero dizer que achei a capa da Romano Torres muito bonita, de facto.
E, claro, ler um livro do Salgari, que marcou gerações, não é o mesmo que ver uma série televisiva, necessariamente adulteradora do texto.
Obrigada pelos links.
Um abraço.