09 março 2007

Vistas para o mar...

Apesar dos Planos Directores Municipais, dos de Ordenamentos de Território, de regras para isto, regras para aquilo, o que mais se vê é o caos nas construções urbanas.

Será que esses conhecem a Constituição de Zenão (de seu nome original Tarassicodissa, foi Imperador romano do Oriente entre 474-491), aplicada a Constantinopla?
Diz o texto (grego, tradução minha):
Ordenamos que os que querem renovar as suas próprias casas de modo algum ultrapassem a forma anterior, de maneira a que os que estão a construir uma casa não tirem a luz nem a vista dos vizinhos, violando o que estava estabelecido há muito tempo.
[...]
Posto que se diz na minha constituição também que o que vai construir deve deixar doze pés entre a sua própria casa e a do vizinho, e ainda se acrescenta «mais ou menos», o que provoca justamente uma grande incerteza (e o que levanta dúvida não é apropriado para resolver ambiguidades), ordenamos claramente que entre cada casa haja doze pés, começando efectivamente do chão do edifício e continuando até ao limite mais alto.
Àquele que obedecer a isto, que daqui em diante lhe seja autorizado a erigir a sua casa até ao limite que desejar, e rasgar tanto janelas chamadas próprias para se debruçar, como janelas para dar luz segundo a legislação sagrada, quer queira construir uma casa nova, quer renovar uma antiga, quer reconstruir uma que tenha sido destruída pelo fogo.
De modo algum será permitido que tire do vizinho a vista de mar que este tem directa e não forçada de qualquer lado da casa, quer esteja de pé nos seus aposentos ou sentado, sem que tenha de se virar em si ao debruçar-se torcido e forçado para ver o mar.

4 comentários:

Fallen Angel disse...

Tatipa péssima tradução! Coloca lá o original em grego para eu perceber...

( Bom fim de semana ) :-)

Oppugnatore disse...

Tu és má!E depois? Queres acabar com o maná( leia-se mama !)aos desgraçados dos autarcas que tem de se corromper para sustentar a familia? Vamos sacrificar esses miseraveis, coitados, que só andam a fazer pela vida?

Rafeiro Perfumado disse...

Também tenho andado por aqui, jove, julgas que te "escapas"?

Uma beijoca para ti!

marta disse...

Fazias-me falta, tu e o teu blogue.
Agora durante as próximas 3 semanas vou andar pelo país e pela estranja e visitas vão ser poucas ou nenhumas.

beijinhos