01 setembro 2007

receita romana: doce caseiro de tâmaras

(imagem daqui)
Recheie tâmaras descaroçadas (pequenas ou normais) com nozes, pinhões ou pimenta moída. Salpique-as por fora com sal, frite em mel cozido e sirva.
(O Livro de Cozinha de Apício, 7,11, 1; 296)

Inês de Ornellas e Castro, autora desta tradução (ver aqui), actualizou a receita:

24 tâmaras grandes
15 nozes
30 g de pinhões
sal q.b.
mel q.b.
manteiga q.b.
Retire o caroço às tâmaras. Moa as nozes e os pinhões e recheie as tâmaras. Salpique com sal fino. Unte um tabuleiro de barro com manteiga, disponha as tâmaras e regue com mel. Leve a cozer em forno quente durante cerca de 10 minutos.

(Pronto! Lá se vai a dieta!)

6 comentários:

Gi disse...

Ah pois vai!
Os antigos Romanos comiam bem. Já tentei convencer o "cozinheiro" cá de casa a fazer um jantar Romano (republicano, nada dos excessos do império) mas ainda não consegui. Tenho fé:-)
A propósito, vende-se no supermercado uma pasta de azeitonas que dá pelo nome de Garum. Não tem nada a ver, mas é bom.

Anónimo disse...

E que tal, a guloseima? recomendas?

SOBE E DESCE disse...

Pelo amor de Deus tenha dó dos golosos!
Não me bastam os doces alentejanos!
É de mais.
Eu a golodices não resisto.
Bj

Opp disse...

"Eis-me aqui, pois, agora, neste pequenino oásis, como uma tâmara, madura, açucarada, de áureo suco, ansiosa por boca redonda de donzela, mas ainda mais por virginais dentes incisivos acerados, frios como o gelo e brancos como neve, que por eles pena o ardente coração de todas as tâmaras..."

É pá,não são destas que a Xantipa falava...

Barão da Tróia II disse...

Tem ar de ser bom, a ver se experimento, obrigado pela dica boa semana

Rui Luís Lima disse...

olá!
vamos experimentar a receita:)
beijinhos
paula e rui lima