18 agosto 2008

Pátio de Letras

Fui, finalmente, à nova livraria de Faro, a Pátio de Letras.
É uma loja bonita, com um pátio confortável que separa o espaço onde se vendem os livros de um espaço - uma casa antiga - onde de podem ver exposições (neste momento está um de Sonia Cabañas e uma, que me pareceu particular, de livros de espionagem e policiais). Enquanto o bar não abre, está disponível uma máquina de bebidas e comidas.
Associado a este projecto está a editora Mundo em Gavetas, que já ali lançou um livro de um dos sócios da livraria, José António Barreiros. Não comprei e não li, mas ao folhear fiquei com pena que o aspecto gráfico estivesse descuidado (mancha gráfica pouco agradável, parágrafos desformatados e desiguais na abertura, margens reduzidas, por exemplo), tratamento que as ilustrações de Abel Baptista e, certamente, o texto não mereciam.
A livraria ainda está a crescer e cada vez tem mais editoras representadas. Ah, e tem um horário maravilhoso: está aberta TODOS os dias, das 10h até às 20h (segundas e terças), 21h (quartas, quintas e domingos) ou 23h (sextas e sábados).
Vamos ver se entre idas e vindas de casa para a Faculdade irei passar por lá mais vezes.

8 comentários:

Funes, o memorioso disse...

Entre as mil e uma vantagens que nos trouxe, a informática fez-se acompanhar também de alguns inconvenientes. Entre eles, não o mais pequeno, o fim dos tipógrafos. Com eles, desapareceu a ptrática da edição cuidada dos livros.

cartas a si disse...

Concordo plenamente com o Funes, infelizmente os livros têm vindo a perder qualidade, a impressão da maioria é pobre, surge cheia de erros, o que nos faz perder a vontade de ler.

Fico feliz por saber que abriu mais uma livraria, tenho de ir lá na próxima vez que for a Faro.

Xantipa, gostei muito da nova foto. Está com um ar muito doce.

Um abraço

Xantipa disse...

Caro Funes,

Felizmente ainda há editoras com bom gosto e bons paginadores, mas isso não tira razão ao que diz.
Um abraço

Cartas a Si,

Porque não diz qualquer coisa quando for a Faro? Podemo-nos encontrar lá. E traga a Ana Paula.
:)
A foto tem cerca de um mês (é de Julho. A outra era de Abril). Ainda bem que gostou.
Beijinho

Funes, o memorioso disse...

Constato que os blogues também não favorecem a edição cuidada dos textos. No meu comentario anterior, aparece escrito "ptrática" por "prática". Para já não falar do cacofónico "entre eles" e "com eles", a seguir logo um ao outro.

Cartas a Si disse...

Olhe que aceito o convite! :-) Vou falar com a Ana Paula, em princípio, estávamos a pensar ir a Faro na próxima semana, quem sabe se não dá para nos encontrarmos todas na Pátio das Letras.

Um abraço

Xantipa disse...

Funes,
Acontece! Todos sabemos que isto é um misto de carta e de conversa.
:)

Cartas a Si,
Para a semana, em princípio, não estarei disponível, mas estou em todas as outras a partir daí!
Beijinho

José António Barreiros disse...

Boa tarde. É verdade o que dizem quanto ao deficiente grafismo do livro.
Demos conta disso num momento em que já não era possível emendar.
Nas outras edições anteriores tentámos sempre, mau grado a modéstia dos meios, cuidar a apresentação. Trata-se, neste caso, de editar o que se escreveu, pelo que o carinho com a impressão deveria ter sido redobrado.
Penalizo-me como autor também, como se compreende e entendo bem o sentimento do leitor.
O Espaço está ao vosso dispor.
Cumprimentos amistosos
jab

O Mundo em Gavetas disse...

Obrigada pela tão simpática menção ao Pátio de Letras/Espaço de Memória.

Quanto ao grafismo do livro, acho que exagera e que o autor se mortifica... :)

Sugestão: leia o livro, quem sabe acaba por ultrapassar o desagrado provocado pela forma... se não, venha a crítica, que também é com ela (ou sobretudo com ela) que autor e editor crescem!

Já agora: sim, era eu "a tal" que refere no email a que indelicadamente ainda não respondi :) (esta mensagem conta como resposta?)

Quando da sua próxima visita - vi a foto, sei que está de férias - vai encontrar um Pátio de Letras ainda mais estimulante, espero :)

Das novidades vamos dando alguma notíicia no blog

Liliana

PS - já agora: as ilustrações são de Abel Agostinho