03 setembro 2008

locus memoriae


Gosto de edifícios espelhados. Chamem-me provinciana, mas desde que vi, na então Berlim Leste, um antigo edifício (penso que era uma igreja) reflectido no vidro de uma construção moderna (tenho a foto algures), passei a ser fã.
Gostei do Centro Cultural Gil Vicente, no Sardoal.

(A foto de cima foi tirada no castelo de Abrantes)

4 comentários:

Funes, o memorioso disse...

"Chamem-me provinciana..."

Provinciana!

Maria, Simplesmente disse...

Eu ando sempre à procura de reflexos, gosto deles.
Se for ao Olhares pode ver a fotografia que tenho lé duma janela da Biblioteca de Sintra que eu adoro, embora não seja, em si espanpanante.
Dê uma olhadela ao meu blog e encontra nos meus albuns.
Esta está muito boa.
Bj
Maria

Luís Namora disse...

Deve ter sido interessante, o Sardoal é uma terra com raízes, o professor Hermano José Sairava até já lá realizou um programa. Gostaria de ter estado presente, já agora, de onde era a orquestra?

leonor disse...

Acho que sei quais são os edifícios de que fala. O antigo é a Berliner Dom e o moderno já era, foi deitado abaixo para construirem no seu lugar o Palácio, tal como era antes. A construção do novo Palácio está a provocar grande polémica, além de ser muito caro, levanta-se a questão de sempre, a de apagar os vestígios da ex-RDA. E para concluir, resta-me dizer que partilho do seu provincianismo :-)