25 novembro 2006

Diz Séneca... (3)

Eu tenho todo o vagar que quero, e, aliás, só não tem vagar quem não quer. Os afazeres não andam atrás de alguém: os homens é que se agarram aos afazeres, entendendo as suas ocupações como sinónimo de felicidade.

Séneca, carta 106

9 comentários:

Miguel G Reis disse...

Ola Xantipa

Olha...surripiei outra vez. ;-)

Beijinho
Miguel
:-)

Vodka e Valium 10 disse...

Mas o ócio é promotor dos maus pensamentos. A diversos níveis.

Teresa disse...

olá xantipa,
obrigada por tornares possível o acesso a palavras tão sábias. continuarei a dar cá um salto. boa semana.

Miguel G Reis disse...

Bom dia :-)

Afinal ainda estou por aqui. Vou-me daqui a pouco.

Ainda bem que gostaste da musica. :-)

Beijinho
;-)

Blossom disse...

Vim conhecer o teu cantinho e tenho a dizer que concordo muito com as tuas sábias palavras...eu sou apologista disso!

(gostei, vou com certeza cá voltar)

Puro Instinto disse...

Bom dia AMIGA,

Homem deveras sábio Séneca!

Vamos então reformular as nossas ideias e pensar positivamente. ;-)

Adorei... fazes-me sempre pensar...

Beijo e abraço de excelente dia*

marta disse...

Desta vez não estou completamente de acordo.
Não na sociedade em que vivemos e que necessita de trabalhar para comer e com os patões a exigir sempre mais.
Para mim não é assim tão fácil!

António Rosa disse...

Tirei esta semana para mim. Xô para os afazeres.

Rafeiro Perfumado disse...

Pela segunda e última vez este ano, fui desafiado para uma cena qualquer. Quis partilhar a minha imensa alegria contigo e como tal decidi passar-te o testemunho. Vai agora, e espalha a palavra do Rafeiro pela blogosfera!

PS: este texto não é só para ti. Vou fazer o belo do COPY-PASTE para os outros desafiados ou não me deitava hoje...

Um grande RAUF para ti!