21 novembro 2006

Sobre a morte... (diz Séneca...)

A caríssima Claras em Castelo fala de Eutanásia... ou «suicídio assitido»... tema complicado, este...
Deixo-vos hoje e nos próximos dias algumas reflexões de Séneca ...

Quando um factor externo faz impender sobre nós a morte, não é possível decidir, de uma forma geral, se a atitude correcta consiste em antecipar ou em aguardar essa morte: muitas são as circunstâncias que podem fazer pender para uma ou outra solução. Se, por exemplo, a alternativa for entre uma morte no meio de torturas e uma morte directa e rápida, como não escolher sem hesitação esta última? Se eu escolho o navio em que vou navegar ou a casa em que vou habitar, também, ao deixar esta vida, posso escolher a forma como morrer. Além disso, se a vida não se torna melhor por ser mais longa, a morte, pelo contrário, quanto mais prolongada for, pior. Mais do que em qualquer outra situação, devemos obedecer, na atitude perante a morte, aos ditames da nossa alma (...)
Não, tu não deves deixar em outras mãos uma decisão sobre a qual é irrelevante a opinião alheia. (...)
De um modo ou de outro, haverá sempre quem pense mal do teu acto. (...)
Porque hei-de eu esperar que sobre mim se abata a crueldade das doenças ou dos homens se posso escapar-me por entre os tormentos e assim iludir a adversidade? Aqui está o único ponto em que não podemos queixar-nos da vida: ela não retém ninguém! A condição humana assenta numa base excelente: ninguém é desgraçado senão por sua própria culpa. A vida agrada-te? Então, vive! Não te agrada? És livre de regressar ao lugar donde vieste!...

Séneca, Cartas a Lucílio, Carta 70. Sempre na tradução de Segurado e Campos, para a Gulbenkian, que já foi citada também aqui e aqui.

7 comentários:

MGReis disse...

Lindo! Lindo! Lindo!

Fui atrás da tradução...e lindo!

Isto é um assalto! ;-)

Beijinhos
:-)

Thoth disse...

O estoicismo parece ter ainda resposta para quase tudo...

Cumprimentos xantipa

Capitão-Mor disse...

Obrigado pela visita! Tens uns interesses bastante rars para os das de hoje...

Xantipa disse...

Miguel, és o meu salteador preferido!
:)

Thoth,
A visita de um deus dignifica este espaço! Parece, pois... vou lá inspirar-me muitas vezes...
:)

Capitão-mor,
Felizmente, ainda há algumas pessoas com interesses parecidos. Não podemos deixar que desapareçam as nossas referências culturais, não é assim?
:)

bagaco amarelo disse...

olha, a ideia de fazer um link no nome é muito boa, mas este link dá-me um erro... tive que ir ao google na mesma. gostei muito deste post. ;)

Xantipa disse...

Caro Bagaço, foi mesmo por tua causa (e de outros como tu!) que fiz o link ;)
Não sei o que se passou, mas estava mesmo desformatado. No entanto, já o corrigi!
Beijinhos!

mfba disse...

Querida Xantipa
Obrigado pelo link.
Ontem à noite já não tive hipótese de cá vir.
Mas Séneca também está a defender o suícidio e esse é um outro tema angustiante.
Beijinho